BREAKING NEWS

PODEM PASSAR MIL ANOS


Ontem, eu te vi novamente, e com certeza você também me viu, era minha formatura, chorei o tempo todo, tive a desculpa de falar que estava chorando porque ia sentir falta dos amigos, o que não deixa de ser verdade, mas todas aquelas lagrimas eram por você, pelo saudade que sinto, pela falta tão grande que você me faz. Queria tanto que você estivesse comigo, queria você do meu lado naquele momento. Toda vez que te vejo passa um filme na minha cabeça: da gente abraçados, você me pegando no colo, NÓS. Depois de um ano e alguns meses, eu não te esqueci, e nem pretendo te esquecer, eu não consigo esquecer alguém que me fez tão bem. Alguém que eu amei tanto. Você pode até não acreditar em mim e achar que isso é da boca pra fora, pura bobagem. Mas de todo o meu coração, não é, não é bobagem, ó se fosse, seria bom se eu não sentisse nada, mas não é assim. Todos perguntam se eu ainda gosto de você, pra alguns eu nego, pra outros eu falo que ainda não te esqueci, porque muita gente não me entende, e se eu falar a verdade, vão me chamar de otária.

Queria tanto que você se arrependesse de tudo que fez, e voltasse pra mim, me amando igual me amava. Moramos tão perto e ao mesmo tempo tão longe. Eu queria tanto saber se você sente o mesmo, se você não me esqueceu, e se ainda confia em mim. Dói tanto quanto escuto você me xingando, falando que eu não importo mais pra você, me chamando de otária por ainda ter acreditado em você. Ás vezes também me pergunto isso, porque eu ainda acredito em você? Mas não adianta eu sempre vou acreditar, lembra quando eu te falei, que você pode estar falando a mentira mais descarada, mas eu vou acreditar? Boba? Claro, muito boba. E me perguntam isso também: mas depois de tudo como pode gostar dele? E eu não respondo. Porque na verdade, nem eu sei. Você deve estar pensando, a agora ela ta se fazendo de vítima, santinha do pau oco. Eu sei, do fundo do meu coração que eu te magoei, da pior forma possível. E você sabe o quanto eu me arrependo de ter te perdido, te ter terminado com tudo que existia, pior ainda é saber que a culpa foi minha, e de mais ninguém. Mas, você não tem noção do quanto me magoou, quando me enganou, quando eu acreditei que tudo ia voltar a ser como era, mas isso não passou de mais uma mentira, que mas do que nunca me machucou, envolvendo outras pessoas que eu amava, nelas sim, talvez eu nunca confie, mas em você, a você. Eu vou continuar confiando. Mas se você queria mostrar, o quanto sofreu, parabéns você conseguiu.


Esse texto é da Letícia, e foi publicado aqui com todos os direitos. Aproveita e siga a Lê no twitter!

                                 Beijos! Helo.
PODEM PASSAR MIL ANOS PODEM PASSAR MIL ANOS Reviewed by Heloise Bednarchuk on 1/14/2013 11:01:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário:

Muito obrigada pela participação!
Em breve te responderemos!
Deixa o link do seu blog para eu te seguir, caso você me siga!
Ficarei muito feliz com sua participação!
Obrigada, Equipe S.Q.T.A

Sora Templates